CONTACTOS

Praça de Londres, 1000-074 Lisboa
Tlf. 218437450

Igrejasjoaodeus@gmail.com
www.paroquiasaojoaodeus.pt

O Papa Francisco questionou hoje no Vaticano a indiferença perante quem sofre e vive na pobreza, particularmente os sem-abrigo nas grandes cidades.

“O que sentimos no coração quando caminhamos pela rua e vemos os sem-abrigo, vemos as crianças sozinhas que pedem esmola. ‘Esses são daquela etnia que rouba’. E sigo em frente. Faço assim?”, questionou, na homilia da Missa a que presidiu na capela da Casa de Santa Marta.

Francisco chamou a atenção para os “sem-abrigo, os pobres, os abandonados, e até mesmo os sem-abrigo bem-vestidos”, que não têm dinheiro para pagar casa “porque não possuem trabalho”.

“O que é que eu sinto? Isto faz parte do panorama, da paisagem de uma cidade, como uma estátua: na paragem de autocarro, nos Correios. Os sem-abrigo fazem parte da cidade? É normal isso? Fiquem atentos! Fiquemos atentos!”, alertou.

O Papa reiterou a necessidade de perceber quando se entra no caminho “escorregadio do pecado rumo à corrupção”.

OC


"Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é Amor." 1 João 4;8